"Quando o coração tem uma missão, o corpo ganha vigor"

Pastilhas Suum
















No início do mês recebi um e-mail do Sr. Marcus que trabalha na empresa Proativa, informando que estavam cadastrando blogs e blogueiros que tivessem interesse em fazer avaliação de alguns produtos representados pela marca.


Os produtos que a Proativa representa aqui no Brasil são:


Deuter (www.deuter.com.br)

Princeton Tec (www.princetontec.com.br)

Sea to Summit (www.seatosummit.com.br),

Lorpen (www.lorpen.com.br)

Primus (www.primusbrasil.com.br)

Suum (www.suum.com.br)

Liofoods (www.liofoods.com.br)


O produto que foi mandado foi o repositor hidroetrolítico em pastilhas SUUM.


São pastilhas individuais que devem ser colocadas em 500ml de água, são dissolvidas rapidamente ficando pronto para o uso. O sabor é de limão, com um gosto bem agradável.


O produto cumpre bem o prometido, re-hidrata rapidamente os componentes perdidos durante a atividade física.


A praticidade do produto é outro ponto forte, pois não são todos os locais que vendem isotônicos e afins. Utilizei o produto em dois treinos, o primeiro num intervalado de corrida, onde levei a pastilha no bolsinho do calção. Foi só pegar a garrafinha de água no carro e pronto.


No segundo foi num longão de bike, onde a probabilidade de achar um ponto de venda de repositor hidroetrolítico diminuem consideravelmente.


Produto testado e aprovado.


Para quem quer mais informações é só acessar www.suum.com.br


O produto saiu na revista Runner´s deste mês.




Triathlon Longa Distância Rio Grande do Sul


No sábado partimos eu, Michel e Kiko rumo ao Balneário Pinhal para a prova do Triathlon Longa Distância Rio Grande do Sul.

Viagem tranquila, muito papo, muito pedágio, muita direita ou esquerda e 60km a mais percorridos até Pinhal hehe.

No "charmosíssimo" Hotel Navegantes nos hospedamos, onde as únicas estrelas que possuía eram nós os triatletas, ou no nosso caso os tripatetas, ou ainda em relação a prova, mais loucos do que atletas.
Trocadilhos a parte, por lá estavam desfrutando do mesmo conforto o Marlos de Rio Grande, que nos tranquilizou com toda sua experiência de Pinhal, Rafael que tive o prazer de conhecer pessoalmente e Deco com todo seu "gaúches"característico.

Ainda tive a oportunidade de conhecer o Sr. Humerto, figura rara, grande ciclista. Veio de Motor-Home de Rio Grande para ver a prova, e tinha um arsenal de magrelas no bagageiro de dar inveja.

Acordamos cedo, fizemos os últimos preparativos, tomamos café e fomos pedalando até a largada. Neste pequeno trajeto sentimos o que nos aguardava, o vento, que já soprova forte.

A natação ocorreu na Lagoa da Rondinha, que por causa do vento estava cheia de marolas e com uma certa correnteza.

Larguei mais atrás para evitar o vale-tudo, tracei como estratégia fazer a primeira volta sem forçar, mas o nado estava complicado. Estava difícil de orientar-se devido a correnteza e as marolas que vinham de frente entre as bóias 2 e 3, o que resultava, inevitavelmente, em uma "hidratação" forçada.

Na segunda volta forcei um pouco já que estava me sentido bem, mas não adiantou muito em relação à tempo, esforço em vão, pois ainda apanhava para acertar o rumo das bóias.

Saí da água com 47min, esperava um tempo melhor, mas foi o que deu para fazer. Um trotinho bem leve na transição, sem pressa, já mentalizando os 90km que vinham a seguir.

Saímos para o pedal já com o vento na cara, indo contra e voltando a favor. O ciclismo foi duríssimo, fiz muita força para pedalar acima de 22km/h no trecho de vento contra.

Comi e bebi de acordo com o que tinha anotado na bike, fiz um lembrete e colei no quadro, funcionou como o esperado. No final do pedal já sentia um desconforto no joelho, e já tinha dificuldade de me manter clipado, pois a lombar incomodova e a bexiga dava sinal que precisava esvaziar.

Terminei a etapa com um pouco mais de 3 horas, tinha como meta 30km/h de média, faltou pouco para atingir, mas pelas condições do vento acho que saí no lucro.

Mais uma transição tranquila, e saí para a corrida com a lombar me castigando. Já no primeiro posto de hidratação veio a salvação, copinhos com coca e gelo, joguei o refri fora e coloquei o gelo dentro do macaquinho na região da lombar, repentido o processo mais duas vezes me livrei das dores lombares.

No final da primeira volta, a vontade de urinar era muito grande, e para não perder tempo já que estava de macaquinho e seria meio complicado desprender-me do aparato, resolvi tomar uma medida extrema (para não dizer meio porca), peguei um copinho de água e fiz xixi correndo jogando água em cima das "partes" para disfarçar e alivar a ingrata sensação. Na terceira volta o feito se repetiu, agora um pouco menos envergonhado pela situação hehe.

Passada as complicações urinárias, entrei na quarta volta com joelhos, tornozelos e pés entrando em colapso.

Quando apontei para a quinta volta, o cronômetro marcava 5h35min de prova, então teria que percorrer os 4200m finais em menos de 25min para terminar antes das 6h. Muita cara feia na última volta e finalizei minha primeira meia-maratona.

Tempo total de prova 5:57, missão cumprida, dolorido, cansado, suado e mijado hehe.

Prova muito bem organizada pela FGTRI, que está de parabéns, pena que ainda não divulgou os resultados.

Pinhal com certeza é uma experiência que se leva para a vida toda.















Só faltou a máscara do Batman

O Batman andou pelo Laranjal hoje hehe!!! Me senti o homem-morcego com a roupa de borracha, só faltou a máscara!!!


Brincadeiras a parte, fiz meu primeiro treino com o equipamento, gentilmente cedido pelo amigo Felipe, que usou somente no Half-Punta e na noite de ontem me deu uma aula de tira e coloca (que é uma verdadeira ciência) me deixando mais tranquilo para a primeira experiência com a roupa.


Fiz um treino de 45min na lagoa, a qual estava cheia de marolas e com uma correnteza em direção ao trapixe.


O início foi difícil, braços travados, o pescoço apertado, respiração difícil. Mas foram necessários apenas dez minutos para uma melhor adaptação que o nado ficou solto.


A roupa ajuda muito na flutuação, a batida de perna fica lá em cima. No retorno, nadando contra a correnteza, tive que forçar um pouco, e o nado continuou fluindo bem, apesar do braço já começar a ficar pesado, devido a esforço um pouco maior para fazer a braçada.

Espero conseguir nadar ainda duas vezes antes da prova, para tentar me adaptar o máximo possível e amaciar um pouco a roupa, já que foi usada pela segunda vez hoje.


Amanhã o último treino de transição, bike + corrida.


A ansiedade já toma conta da rotina, tudo gira em relação a prova. Semana dos últimos ajustes, depois é só pegar a estrada rumo a Pinhal e curtir o domingo, percorendo 1,9km, 90km e 21km.

Equilíbrio

A menos de duas semanas para a prova em Pinhal, finalmente encontrei o equilíbrio entre trabalho, família e treinos.

Realizei todos os treinos previstos, 3 de natação, 3 de bike e 4 de corrida. Trabalhei como nunca, e ainda consegui ficar mais tempo em casa, com direito a saídas para jantar.

Estes fatos foram provenientes de uma simples troca do treino de natação. Antes nadava as 07:00 da manhã, muitas vezes cansado da corrida ou do pedal da noite anterior, os quais eu terminava já tarde pois tenho saído para treinar sempre pós 20:00. Estiquei um pouco o horário do almoço e estou nadando ao meio-dia, assim ganhei quase duas horas de sono e mais disposição.

Não tenho ficado preocupado em dormir tão cedo, podendo tocar a rotina diária com mais calma.

Outro resultado da mudança senti hoje, foi a primeira vez que não fiquei acabado na segunda-feira depois de um final de semana intenso de treinos. Na sexta foram 18km de corrida, sábado 90km de pedal e no domingo 85km de bike e 8km de corrida, chegando em casa malito na foto.

Hoje já nadei e daqui a pouco estou indo para um recovery de 12km de corrida.

Consegui emprestado do amigo Felipe a roupa de borracha, esta semana vou pega-lá para um processo de adaptação para não ter surpresas no dia da prova. Acredito que se não nadar mais rápido, ao menos economizarei energia no Deus nos Acuda que é minha natação hehe.

Agora é fazer tudo certinho esta semana e depois só ajustar a máquina para o dia da prova.