"Quando o coração tem uma missão, o corpo ganha vigor"

Me arrastando por 15km.



Bah, ou melhor, BAHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!! Que sofrimento, malandrinho, não quer treinar, dá nisso, sofre por1h18min.

Aguentei por 3km o ritmo de prova que eu idealizava, e morri. Daí para frente só foi careta, cara feia e o diabo a quatro, faltou pulmão de fato. As pernas estavam melhor que na 1ª etapa, mas sem os treinos de velocidade, fartlek e a piscina fizeram muita falta.

Morar quase no fim do mundo tem suas vantagens, apesar de ter ido muito pior que na etapa anterior, ainda fiquei em 1º na categoria... hehe. Então fica a dica, se alguém tem sede por medalhas é só vir a Pelotas que é de barbada... hihi. Parabéns ao amigo Felipe que mandou muito bem hoje, mas não quebrou o recorde dos "triatletas"hihi. Fica a negra para outubro.

Agora é voltar aos treinos, pegar uma sequência e em outubro na 4º etapa voltar a correr ao invés de me arrastar.


Abaixo vídeo da largada e algumas fotos da prova.

video




3 comentários:

Fala Pablito... Acho que correste bem pra caramba, se está sem treinar... Que isto sirva de incentivo e que siga em frente, sempre. Um forte abração e parabéns pela colocação!! Valeu meu amigo!

Os erros são compensados com trabalho... acho que a tua prova correu bem, agora trabalhar mais para melhorar

boas,
a correr ou a se arrastar o importante é participar claro k se estivermos bem, melhor ainda.
abraço

Postar um comentário

Obrigado por visitar Bravo Triathlon